sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Litoral Leste (Vídeos)

Documentário Os Cabeludos da Encantada - Aquiraz Batoque - Reserva Extrativista - Aquiraz Pindoretama Balbino – Cascavel Prainha do Canto Verde - Beberibe Assentamento Coqueirinho - Fortim Aracati Icapuí

Cid Gomes inaugura UPA 24h para atender população do Eusébio e Aquiraz

O governador Cid Gomes e o secretário da Saúde do Estado, Ciro Gomes, expressaram gratidão aos prefeitos Guimarães, de Aquiraz, e Junior do Acilon, do Eusébio, na noite de quarta-feira, 10 de outubro, durante a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) que tem a participação dos dois municípios no custeio do novo equipamento de saúde, construído com recursos do Ministério da Saúde e do Governo do Estado.  “Parabéns Eusébio, parabéns Aquiraz”, saudou Cid Gomes após a inauguração, ressaltando a disposição dos dois prefeitos de assumirem juntos o novo serviço de urgência e emergência para dar assistência à população das duas cidades.
Localizada na Rua Irmã Ambrosina, 395, Centro, no Eusébio, a nova UPA 24h da Região Metropolitana de Fortaleza, de porte II, conta com 13 leitos e 150 profissionais, incluindo 36 médicos e 18 enfermeiros. Além de consultas médicas para crianças e adultos, a UPA realiza exames laboratoriais, Raio X e eletrocardiograma. A UPA 24h, que funciona sem parar, de dia, noite e madrugada, de domingo a domingo, inclusive nos feriados, é uma unidade intermediária entre um hospital e um posto de saúde. Faz atendimentos em diferentes casos de urgência e emergência, como dores no peito, falta de ar, febre, convulsão, queda e fraturas não expostas.

Em obras e equipamentos, o Governo do Estado, com apoio do Ministério da Saúde, investiu R$ 3,8 milhões. Para o custeio, informou Cid Gomes, o governo federal vai repassar R$ 300 mil mensais, o governo do Estado entrará com R$ 150 mil e as prefeituras de Eusébio e Aquiraz com R$ 75 mil cada uma. A UPA 24h iniciou o atendimento logo após a inauguração, às 21 horas. Com capacidade de atender até 200 pacientes por dia, a UPA 24h do Eusébio e Aquiraz realiza o atendimento por classificação de risco. Os pacientes graves são atendidos mais rápido.


“Recebemos com muita satisfação este equipamento”, externou o prefeito Guimarães durante a inauguração da UPA 24h. O secretário Ciro Gomes destacou o fato de que a nova unidade atenderá a população de dois municípios. “São cidades mais que irmãs – Aquiraz, na verdade, é mãe do Eusébio, e as duas estão juntas para garantir saúde para a sua população”, observou Ciro Gomes, depois de anunciar que a Secretaria da Saúde está realizando estudos para possível implantação de uma policlínica regional em Aquiraz.


Atenção Litoral Leste: Prefeitura de Limoeiro do Norte - CE abre concurso com 95 vagas de nível médio

EDITAL DE ABERTURA E REGULAMENTO GERAL DO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS
O PREFEITO MUNICIPAL DE LIMOEIRO DO NORTE-CE, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto na legislação municipal vigente, combinado com o Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Limoeiro do Norte, torna público, para conhecimento dos interessados, a realização de Concurso Público para Provimento de 95 (Noventa e Cinco) Cargos Efetivos do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Limoeiro do Norte, mediante as normas e condições estabelecidas neste Edital.


História e Patrimônio Imaterial em “Histórias de Assombração do Aracati”


Em 2006 o “memorialista”, como prefere ser chamado, Antero Pereira Filho publicou o livro de contos intitulado “Histórias de Assombração do Aracati”.  Nesta publicação, Antero investe sobre o conto tradicional coletado entre os amigos e os reveste de situações ocorridas na histórica cidade de Aracati. Sua palavra surge em meio a um turbilhão de detalhes.
Uma riqueza tão profunda que nos arrebata para outro tempo- o tempo do conto. Nele percebemos a engenhosidade do autor em instituir o real e o imaginário da gente da velha Aracati. Um convite para o fantástico e o real dos acontecimentos históricos. Vê-se nitidamente sua vocação latente de um verdadeiro contador de histórias ante a essência de ávido pesquisador. Ora como contador vai perfazendo o caminho da tradição oral, em que o contador é sempre autor de pérolas que vão acrescentando e renovando a estória- eternizando-a. Como historiador nos convida a visitar bailes na Casa da Câmara, a ver o porto, a ouvir o conjunto do maestro Cazuza, a viajar nos pontões, a ver o trágico fim dos aviadores alemãs, entre outros tantos fatos presentes neste inventário de histórias aracatienses.

Em seu cerne a obra apresenta uma mescla da história oficial com lendas oriundas da cidade de Aracati. Segundo o autor, uma tentativa de aproximar o jovem leitor aracatiense de fatos históricos ocorridos em Aracati a partir dos contos de assombração. 

O livro, com edição esgotada, tornou-se uma raridade entre os amantes das coisas da terra dos Bons Ventos. 

Sete anos se passaram desde a publicação dos treze contos de assombração.  

Diante do crescente número de releituras desta obra (curtas-metragens, peças de teatro, fotonovelas e radionovelas) apresentadas em feiras culturais e científicas poderíamos afirmar que autor e livro caíram no gosto da juventude. Esse esforço tal qual fez o escritor, renova e eterniza as narrativas orais da cidade de Aracati e se constitui em grande legado para preservação do patrimônio imaterial do povo aracatiense. 



MP denuncia ex-prefeito e ex-secretária de Icapuí por fraude

O Ministério Público do Estado do Ceará ingressou com uma denúncia junto à Vara Única da Comarca de Icapuí contra José Edilson da Silva, ex-prefeito do município, e Olga de Oliveira, ex-secretária de Saúde e Saneamento da Prefeitura. Eles são acusados de não realizarem licitação para contratar a empresa Mister Freios, Peças e Serviços Ltda. durante o exercício financeiro de 2009. A denúncia foi apresentada no último dia 3 pelo promotor de Justiça Adriano Jorge Pinheiro Saraiva. De acordo com as investigações, a referida empresa foi contratada para prestação de serviços de manutenção de veículos da frota do Município.
A contratação sem licitação é considera irregular porque casos como esse não são considerados passíveis de dispensa licitatória. A legislação somente permite a contratação direta quando o custo está dentro do limite de R$ 8 mil e a negociação com a Mister Freios, Peças e Serviços Ltda. custou aos cofres públicos a quantia de cerca de R$ 24 mil. “De outro lado, os denunciados, ao se apropriarem de verbas públicas e desviá-las em proveito próprio, cometeram o crime previsto no artigo 1º, inciso I, do Decreto-Lei 201/67”, acrescenta o promotor no documento. Ele pede que os ex-gestores sejam condenados de acordo com o referido decreto e ainda de acordo com a Lei de Licitações e os artigos 29 e 70 do Código Penal.



Pindoretama e Fortim: Estado vai construir mais seis adutoras emergenciais

(Foto Reprodução/Governo do Estado)

O Ministério da Integração Nacional liberou nesta quinta-feira (10) recursos da ordem de R$15.461.943,01 para a construção de seis sistemas de adutoras emergenciais que atenderão as cidades de Fortim, Pacujá/Graça, Parambu, Pindoretama, Potengi e Campos Belos (Caridade). A liberação foi publicada no Diário Oficial da União dois dias depois que o Secretário Chefe do Gabinete do Governador, Danilo Serpa, esteve em Brasília com o Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira para pedir a ampliação da quantidade de adutoras de montagem rápida no Estado. Juntos, os novos sistemas somam 85,9km de extensão e serão executados pela Secretaria de Recursos Hídricos do Estado e Cogerh.
O estado do Ceará vem realizando diversas ações para enfrentar o atual quadro crítico de escassez hídrica. Dentre estas ações se destaca a construção de adutoras de montagem rápida para abastecimento de água dos centros urbanos que se encontram em crise de abastecimento de água em decorrência da estiagem.
O projeto de adutoras emergenciais foi concebido com a utilização de tubos fabricados em Aço corten, material que tem em sua composição elementos que melhoram suas propriedades anticorrosivas. O fabricante estima a durabilidade média dos tubos de 10 anos, portanto após esta crise, os equipamentos ficarão a disposição do Estado para ações emergenciais de abastecimento, pois os mesmos poderão ser reutilizados em locais distintos. Os tubos contam com sistema de engate rápido e junta travável, que permite a montagem de canalizações auto-ancoradas na superfície do terreno, dispensando a abertura de valas. Estas especificações possibilitam maior agilidade na montagem dos tubos, bem como redução nos custos com transporte e estocagem.
O Estado adquiriu 98 km de tubos e contratou as obras para realização de 7 (sete) sistemas adutores, que custaram ao tesouro estadual R$ 19.287.402,79, com a finalidade de evitar o colapso no abastecimento de diversos centros urbanos no estado do Ceará.

Adutoras Emergenciais de Crateús e Canindé

Na última sexta-feira (04) o Governador Cid Gomes entregou a população de Canindé, no Sertão Central, uma adutora emergencial. Em sua construção o Governo do Estado investiu cerca de R$ 5,56 milhões. A obra é ligada ao açude Escuridão, que compõe a bacia hidrográfica do Curu, e beneficiará uma população de aproximadamente 46.875 habitantes. A adutora funcionará com uma vazão de 95 litros de água por segundo.
A população de Crateús, no Sertão de Crateús, também foi beneficiada com a construção de uma adutora emergencial. O sistema, de engate rápido, conta com infraestrutura hídrica de 13 quilômetros e leva água do açude Carnaubal até a estação de tratamento de água. Cerca de 70 mil pessoas estão sendo beneficiadas com a entrega.
DA REDAÇÃO DO ESTADO ONLINE


Fonte: Governo do Estado

 


Festival da Lagosta em Icapuí

Fortaleza. Começa hoje, o 8º Festival da Lagosta, que prossegue até domingo na Praia da Redonda, em Icapui. Na programação do evento constam shows e do Salão de Gastronomia. Paralelo a esses atrativos, o festival está realizando treinamentos, por meio do Sebrae-CE, para capacitar através de oficinas e adequar, no possível, o atendimento dentro dos equipamentos de lazer, na rede hoteleira, pousadas e restaurantes locais. O evento é realizado pela Associação Grupo de Desenvolvimento do Turismo em Icapuí (GDTur).
A entrada ao Salão de Gastronomia é gratuito, mas o visitante poderá saborear a lagosta em porções a partir de R$ 10,00, além de ter acesso aos shows

No Salão de Gastronomia, os expositores apresentam pratos elaborados à base de lagosta, servidos em porções individuais. São 17 estandes no Salão de Gastronomia, instalado em frente ao mar na praia de Redonda. Próximo ao Salão será montado um palco para a realização de grandes shows com artistas importantes da música regional, local com acesso gratuito para todo o público presente.

Para os organizadores do evento, que prezam pelo bom atendimento, o Festival é um momento de aprendizagem e acolhimento por excelência do público que já se tornou cativo desde a primeira edição.

Programação

Na abertura oficial, marcada para as 17h30 de hoje, a programação musical se inicia com a cantora Koka e Banda no Salão de Gastronomia. À noite, após às 21 horas, sobe ao palco a banda Los Kakos. E no final da noite, às 23 horas, se apresenta a banda de reggae Donaleda, de Fortaleza.

Amanhã, as atrações ficam por conta da banda Monomotor e o grupo de forró Cacimba de Aluá. E no domingo, a partir das 8 horas da manhã na Praia de Ponta Grossa, acontecerá um café comunitário com os competidores da Regata de Jangadas, que terá largada por volta das 10 horas. Às 13 horas, o momento será de premiações e confraternizações com show do seresteiro Izaque, na Barraca Macura.

O 8º Festival da Lagosta é uma realização da Associação Grupo de Desenvolvimento do Turismo em Icapuí - GDTur.

O evento tem patrocínio do Governo do Estado do Ceará por meio da Casa Civil, com apoio institucional do Sebrae-CE, Secretaria da Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará através do Instituto Agropolos, e Prefeitura Municipal de Icapuí. A produção executiva é da J. A. Lima Produções, tendo a Dégage no setor de comunicação.

Mais informações

8º Festival da Lagosta
De hoje a domingo
Praia da Redonda, em Icapuí
Preço da porção de lagosta no
Salão de Gastronomia: R$ 10,00



Acidente deixa 5 mortos e 4 feridos em Beberibe

Caminhão tanque e topic colidiram no entroncamento de rodovias
Mais uma pessoa morreu durante colisão envolvendo uma topique e um caminhão tanque em Beberibe, a 79 km de Fortaleza. Agora, são 5 mortos e outros 4 feridos. O acidente foi registrado por volta das 4h30 desta sexta-feira (11), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
O acidente aconteceu na madrugada desta sexta-feira. Foto: Divulgação PRF
O Instituto José Frota (IJF) confirmou a morte do motorista da topique, Manuel Tomás da Costa Filho. Ele teve fraturas múltiplas, incluindo pernas e crânio. Foram feitas várias tentativas de reanimação, mas o condutor não resistiu.
Também foi encaminhada ao IJF Maria Cecília Costa. A vítima, conforme a assessoria da unidade de saúde, sofreu  traumatismo craniano, foi entubada e seu estado é considerado gravíssimo. A paciente foi a primeira a ser beneficiada pelo heliponto do IJF, inaugurado na quinta-feira (10), após 5 anos de obras.
O acidente aconteceu no km 103 da BR 116, no entroncamento com a BR 304. A topique trafegava no sentido de Tabuleiro do Norte. Já o caminhão, seguia no sentido Fortaleza-São Paulo. No local, morreram José Vieira Teixeira, 64,  motorista do caminhão, além dospassageiros da topique Antônio Machado Freire, 53; Gerusa Maurício Maia, 54 e Francisco Harison Rodrigues, 24.




Aquiraz participa de audiência para debater implementação da lei que prevê ensino de história africana

Em audiência pública que contou com a participação da secretária de Educação de Aquiraz, Terezinha Holanda, a Assembleia Legislativa debateu na tarde de terça-feira, 8 de outubro, o cumprimento da lei 10.639/2003, que programa na grade curricular dos alunos de escolas municipais e estaduais a matéria sobre a História e Cultura da África. Requerido pela deputada Rachel Marques (PT), o encontro teve o objetivo de cobrar, das secretarias municipal e estadual de educação, planos para a implementação da lei no Estado.
A Secretaria de Educação de Aquiraz adquiriu este ano para a rede municipal de ensino livros didáticos que tratam exclusivamente da temática da lei. Segundo a secretária Terezinha Holanda, “os professores foram capacitados para inserir no cotidiano escolar o estudo da História da África e dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil”.
Durante a audiência pública, o coordenador executivo do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico e Racial, Francisco Antônio Ferreira, destacou que, mesmo em vigor há dez anos, a implementação da lei no Estado está ocorrendo de forma muito lenta, e a falta de informação dentro das escolas contribui para o aumento do racismo. “Estamos lutando para que nossas crianças possam conhecer outra face da história dos afro-descendentes, não somente aquela que mostra escravidão, tortura e miséria”, afirmou o coordenador.
Francisco também frisou a importância de políticas públicas e uma secretaria especial para acompanhar de perto o cumprimento da lei, além de promover formação dos profissionais e trabalhar para disponibilizar material didático para docentes e discentes. O coordenador do Fórum complementou explicando que o conteúdo programático inclui o estudo da história dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro na formação do País.
Após escutar todas as demandas, a representante da Secretaria de Educação do Estado (Seduc), professora Marta Leuda Souza, fez um balanço das ações desenvolvidas pela pasta no intuito de apresentar a lei nas escolas, e afirmou que até o final de novembro a secretaria irá apresentar um plano de ações para 2014, com o objetivo de alcançar mais escolas na execução da lei.
“Vamos trabalhar também na formação de profissionais capacitados para entrar em sala de aula e dominar o assunto, além de levar todos os anseios ouvidos nessa audiência para a secretária, com o intuito de aprimorar o plano”, finalizou.

Fonte: http://www.aquiraz.ce.gov.br/noticias_detalhes.php?cod_noticia=248

Aracati vence Crateús por 3 a 2 pela semifinal do Cearense de Futsal

Equipe do Vale do Jaguaribe larga na frente e se aproxima da final.
Horizonte vence Maracanã fora de casa na outra partida da noite
Aracati vence primeira semifinal do Cearense de Futsal (Foto: FCFS/Divulgação)

Aracati e Crateús se encontraram na noite desta terça-feira (8) pela partida de ida da semifinal do Campeonato Cearense de Futsal. O jogo foi realizado no Ginásio do Colégio Marista em Aracati e teve como vencedora a equipe da casa: 3 a 2 no placar.
O Crateús saiu na frente logo no inicio da partida. Denilson acertou belo chute no ângulo e abriu o marcador. O empate dos donos da casa não tardou. Wendel deixou tudo igual no placar logo em seguida com belo gol de calcanhar.
Empurrado pela torcida que lotou o Ginásio do Colégio Marista, o Aracati conseguiu a virada ainda na primeira etapa. Sol e Mar, camisa 10 da equipe, foi o responsável pelo segundo gol dos donos da casa.
Na segunda etapa, o Crateús partiu para cima e passou a pressionar em busca do empate. As investidas dos visitantes deram certo e o goleiro Lambão acabou marcando o segundo gol da equipe.
No entanto, a alegria do Crateús não durou muito tempo. Madson se tornou o herói da partida marcando o gol da vitória para o Aracati no final da partida.

Horizonte sai na frente

Mais cedo, Maracanã e Horizonte fizeram o primeiro jogo da outra semifinal no Ginásio do IFCE, em Maracanaú. Diferentemente do jogo em Aracati, os visitantes levaram a melhor: vitória do Horizonte por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Edison logo no inicio da primeira etapa. O Maracanã ainda teve ótima oportunidade de empatar na segunda etapa, mas acabou carimbando a trave.



Aracati: Governo municipal inaugura Estação da criança no HMED

 No espaço funcionará ambulatório de pediatria para atender crianças do município.



O Governo Municipal de Aracati inaugurou nesta quarta-feira (9), a Estação da Criança no Hospital Municipal Eduardo Dias (HMED). Estiveram na inauguração a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Trabalho e Renda do município, representando o prefeito Ivan Silvério, Eline Gomes, o secretário de saúde do município, Valdy Menezes, a secretária adjunta de saúde Ana Alice Falcão, o diretor da Policlínica de Aracati, Ricardo Lotif, profissionais de saúde e sociedade civil.
Durante o evento foram distribuídos presentes para crianças. Os pequenos também se divertiram com o pula-pula, com a visita do Programa Doutores da Alegria, do Projeto Zumbi e assistiram o grupo teatral da Escola Profissionalizante Elza Maria Porto.

Como funciona o serviço.

Segundo a coordenadora de saúde do município Janete Pereira, o espaço é destinado para atendimentos pediátricos, através do Sistema Único de Saúde (Sus). Esses atendimentos acontecerão na mesma área onde gestantes em pré-natal são atendidas. “A diferença é que agora depois do nascimento, os pediatras da Estação da Criança vão continuar com o acompanhamento”, disse Janete.
Os atendimentos serão realizados nas segundas, quartas e sextas a partir das 8 horas da manhã e na terça, quarta e quinta a partir das 17:30, com atendimento de duas pediatras. A coordenadora disse ainda que o Estação da Criança vai desafogar o Hospital Santa Luíza de Marilac. “Vamos realizar desde atendimentos primários a exames. As portas estão abertas para a população conhecer”, salientou.

Prefeito de Aracati faz entrega de filtros de tratamento de água em cinco localidades

Córrego dos Macacos, Lagoinha, Lagoa das Pedras, Lagoa das Caraúbas e Assentamento Umari. Essas foram as localidades beneficiadas com 210 filtros de fibra de 5 a 8 litros para tratamento de água aos moradores que tem cisterna de placa e tem renda mínima.
A entrega aconteceu nas localidades na noite desta terça-feira (9) e é uma parceria do Governo Municipal de Aracati, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pesca, Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda do município, Defesa Civil e Governo Federal. Durante a entrega estiveram presentes o prefeito de Aracati Ivan Silvério, a primeira-dama e secretaria de assistência social, Eline Gomes, o secretário de agricultura, José Magela da Silva, moradores e colaboradores do governo.
Segundo o prefeito Ivan Silvério, os filtros vão oferecer uma melhor qualidade de vida aos moradores, que vão poder usar a água das cisternas sem preocupação. O secretário de agricultura José Magela da Silva disse que na ocasião foram discutidos também assuntos como a preservação da floresta, das nascentes e da coleta de lixo.
Os moradores aprovaram a iniciativa do governo de entrega dos filtros. “Ficamos gratos com a presença do prefeito, que trouxe esses filtros. Com certeza a água vai ficar muito melhor”, ressaltou a moradora Claudiane Matos.

Fonte: http://www.aracati.ce.gov.br/prefeito-de-aracati-faz-entrega-de-filtros-de-tratamento-de-agua-em-cinco-localidades/

Ronda, POG e BPTur identifica quadrilha de assalto a banco em Aracati

Por Cleide Bravo, de Aracati – CE.
Na ultima quarta feira (09), por volta das 19h40min, a RD 2773 composta pelos policiais: SD Iranildo e Sd Morais, sob o comando do fiscal do Ronda Sgt Moreira; a CP 1551 composta pelos policiais: Cb Virginio, Sd Albuquerque e Sd Dias e Troller 3015 composta pelos policiais: Sd Costa e Sd Tiago. Após o copom10, receber um denuncia, de que na Praia de Majorlandia, mais precisamente na pousada Praia e Mar, havia alguns indivíduos em atitude suspeita. Logo, foi montada uma operação sob o Comando do Major Colares (Comandante da3ªCia/3ºBpcom - Aracati/Beberibe), as três viaturas fizeram o cerco na pousada.
Os policiais entraram no local, e procuravam o elemento de nome "bura preta". Assim, que identificado, logo os que estavam com ele foi se apresentando. Segundo informações os mesmos sã acusados de realizar assaltos a bancos no Vale do Jaguaribe. No total foram presos oito pessoas, e que todos já respondem a processos na justiça, nomes: José Claudecio Lopes de Oliveira, Rafael Paula da Silva, Francisco Marcio Almeida Silva, Valcimon de Oliveira Barrros, Jeferson Belmino de Almeida, José Fabiano Silva de Queiroz e Marcio Salornha da Silva. Valdecio Monteiro da Silva (IMG-20131010-WA0019) havia um mandado de prisão CONTRA ELE. Eles estavam em dois veículos: um Pálio Cinza de placas: NHR 5547 e Gol Preto de placas: HYE 7942. Todos foram conduzidos para a Delegacia de Policia Civil de Aracati.


Atenciosamente,

Coordenadoria de Policiamento Comunitário - CPCOM

Núcleo da 3ªCia/3ºBpcom - Aracati/Beberibe
Rua São Judas Tadeu, s/n, Fátima - Aracati-CE
Telefone: (88) 92263001

Evento tem como objetivo aplicar ações para o combate da dependência química

Por Cleide Bravo, de Aracati – CE.

O município de Aracati recebeu nesta terça-feira (8), o Comitê de Enfrentamento às Drogas do Ministério Público do Ceará, (MPE), com o tema “Construindo ações Intersetoriais e Interdisciplinares”.

O evento aconteceu no auditório da Faculdade do Vale do Jaguaribe, (FVJ) e reuniu gestores municipais, como o prefeito de Aracati Ivan Silvério, secretários municipais, além da vice-procuradora geral de justiça do Ceará e presidente do Comitê, Eliani Alves Nobre, a promotora de Justiça de Defesa da Saúde Pública, Isabel Maria Salustiano Arruda Porto, o promotor de Justiça da 3ª Promotoria de Justiça de Aracati, Francisco Ismael Capibaribe e profissionais das áreas de direito, saúde, educação, segurança pública, assistência social, conselho tutelar e estudantes.
O Comitê tem como objetivo desenvolver um plano de ações voltadas para a problemática das drogas. Durante todo o dia, houve palestras sobre o assunto. Uma delas aconteceu pela manhã e foi ministrada pelo vereador de Fortaleza Paulo Diógenes. Ele falou aos presentes sobre o tema “Drogas, possibilidade de recuperação”.
Já a tarde aconteceram grupos de trabalho sobre os temas prevenção, tratamento, reinserção social e segurança pública. O evento foi encerrado com uma plenária com elaboração das conclusões e a indicação de boas práticas e fluxos de atendimento a serem adotados no âmbito do enfrentamento às drogas.
De acordo com a vice-procuradora geral de justiça do Ceará e promotora de Justiça de Defesa da Saúde Pública, a prevenção é um dos fatores que mais chama atenção. “Quem traz consigo uma percepção de vida digna, não vai cair no vício. As drogas precisam de uma intervenção de todos nós agentes sociais, principalmente na prevenção”, ressaltou.
O prefeito de Aracati Ivan Silvério destacou como importante a presença do Ministério Público no combate às drogas. “Nós já temos algumas ações nesse sentido, mas ficamos felizes que o Ministério Público possa contribuir ainda mais com essa causa. É a junção dos poderes executivo, legislativo e judiciário no combate à dependência ”, salientou.


Zona Rural de Aracati é uma das beneficiadas com o projeto São José III

Por Cleide Bravo, de Aracati – CE.


Comunidades de Lagoa da Cruz, Encantos e Lagoa dos Porcos foram às beneficiadas.
Durante uma solenidade no Centro de Eventos, o Governador do Estado Cid Gomes entregou na última segunda-feira (7),junto com o titular da pasta da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, (SDA), Nelson Martins, 113 veículos para assistência técnica rural de uso da Ematerce. Foram autorizados também 81 sistemas de abastecimentos d’água e de 125 módulos sanitários.
As obras são parte do projeto São José III, que vão garantir o desenvolvimento rural no Ceará. O governador também assinou ordem de serviço para a perfuração de 395 poços profundos no Estado, como parte do Programa Água Para Todos, em parceria como o Governo Federal. Em Aracati as comunidades beneficiadas com o projeto são: Lagoa da Cruz e Encantos representada pela presidente da Associação, Francineide Pessoa e Lagoa dos Porcos representada pela presidente da Associação, Maria Neuza de Oliveira.

O governador informou que já está em contato com o Banco Mundial para a maior operação de água do Estado do Ceará. Serão 660 milhões de reais em benefício do pequeno agricultor rural. Para o prefeito de Aracati Ivan Silvério, a entrega desses equipamentos representa um alívio para essas comunidades, com a melhoria na qualidade de vida. “A maior parte do Aracati sobrevive ainda da agricultura. Ações como essas são importantes para oferecer ao homem do campo umamelhor forma de se trabalhar”, finalizou. 





quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Guimarães se filia ao PROS atendendo a Cid.

Calma gente - não é o deputado federal José Guimarães, Lider do PT na Câmara Federal (que mesmo lá é um aliado de primeira hora do governador Cid Gomes). Este Guimarães é o prefeito de Aquiraz, Fernando Antônio Guimarães, que aceitou convite do Governador e assinou ficha de filiação ao Partido Republicano da Organização Social, que já pode ser considerado uma das maiores forças políticas do Estado. Guimarães ingressou na legenda preferida dos Ferreira Gomes, juntamente com outros 38 colegas, inclusive o de Fortaleza, Roberto Cláudio, além do vice-governador Domingos Filho, do presidente da Assembleia, deputado José Albuquerque e uma dezena de outros parlamentares estaduais e cinco federais.


Falando ao Política Especial, a Cidade AM 860, ao Jornal O Estado e ao Sistema Antônio Viana Online (www.avol.com.br) disse textualmente o prefeito Guimarães(que deixou o PSB ): "Acredito que o PROS pode dar uma grande contribuição à governabilidade do país, pois, teremos oportunidade de construir um novo partido neste momento em que a população brasileira clama por mudança. O PROS tem a missão de ser um partido que defenda a política de resultados, uma política transformadora com sólida visão de futuro, que promova um efetivo desenvolvimento com inclusão social". O governador Cid Gomes, segundo nos revelou Guimarães estava muito feliz e agradecido à todos aqueles que se filiaram ao PROS e defendeu perante todos a presidência da nova agremiação, no Ceará, para o seu Chefe de Gabinete, Danilo Serpa. Claro, será ele. Alguém tem alguma dúvida? Nem o Guimarães, que você pensava ao ler apenas o título da matéria (o do PT) e nem o prefeito Guimarães, do PROS, de Aquiraz.


Fonte: Jornalista Antônio Viana de Carvalho (Facebook)

Festa literária em Aquiraz

A abertura será na praça de Aquiraz, com show de Fagner.
A Flaq, Festa literária de Aquiraz, acontecerá de 21 a 24 de novembro com homenagem a Moreira Campos e debate entre escritores cearenses e latino-americanos. Hector Abad e Luiz Ruffato são alguns nomes confirmados

A 32 km de Fortaleza, as praias de Aquiraz fazem do município um dos mais conhecidos destinos turísticos cearenses. A partir de novembro, porém, a cidade histórica, que já foi a primeira capital do Estado, ganha outro atrativo além da paisagem natural: a literatura.

É que de 21 a 24 do próximo mês acontece lá a Festa Literária de Aquiraz (Flaq), com mesas de debates e atividades paralelas como shows e contação de histórias. O homenageado da primeira edição é o contista cearense Moreira Campos, cujo centenário de nascimento acontece no próximo ano, bem como os 20 anos de sua morte.

Uma das idealizadoras da Flaq, a também jornalista Aurea Figueira, diz que o projeto vem sendo gestado desde abril. Inicialmente, a intenção era tentar captar recursos via lei Rouanet e viabilizar o evento para o próximo ano. Mas, para a (boa) surpresa de todos, a secretaria de Educação de Aquiraz “comprou a ideia, abriu todos os caminhos” e deu o apoio institucional necessário para a primeira edição da Flaq acontecer já no próximo mês.

O evento será aberto, com entrada gratuita, mas tem como público alvo alunos e professores da rede municipal de ensino – única “exigência” da secretaria de Educação.

Programação
Conforme a curadora da Flaq, a jornalista Mona Dorf, a programação ainda está sendo fechada, mas o formato inclui duas mesas de debate diárias. “Nossa intenção é prestigiar os autores cearenses vivos, autores esses que são conhecidos no eixo Rio-São Paulo às vezes mais do que no Ceará”, explica Aurea. 

Sidney Rocha, vencedor do Jabuti do ano passado, na categoria contos e crônica; Ronaldo Correia de Brito, Xico Sá, Tércia Montenegro e Ana Miranda, que fará a abertura, são os cearenses da programação. Para os debates, cada um escolheu outro autor latino-americano: o colombiano Héctor Abad, a chilena Pía Barros, os argentinos Mempo Giardinelli e Patricia Ratto. A exceção é o mineiro Luiz Ruffato, sugerido por Tércia Montenegro.

A abertura será na praça de Aquiraz, com show de Fagner, e as atividades paralelas incluem contação de história e oficinas para professores e pretensos escritores. Outro nome de peso trazido pela Flaq é o de José Luiz Goldfarb, curador do prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro.

Como homenagem a Moreira Campos, antes de cada debate será lido um trecho dos contos do autor cearense, que deve receber outros destaques ainda não divulgados.



Flaq replica modelo de outras festas literárias

A Festa Literária de Aquiraz (Flaq) segue, de maneira mais tímida, o bem sucedido modelo espalhado pelo Brasil a partir de casos de sucesso como o da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que este ano chegou à 11ª edição e pela primeira vez foi realizada também na Inglaterra, há poucos dias.

Levantamento feito pelo Ministério da Cultura, ano passado, contou pelo menos 200 eventos literários no País. Além da Flip, criada em 2003, alguns exemplos são a Fliporto - Festa Literária Internacional de Pernambuco (2004), o Flop - Fórum das Letras de Ouro Preto (2005) e a Flipoços - Festival Literário de Poços de Caldas (2006).

Em comum, pequenas cidades turísticas, geralmente históricas, como palco dos eventos que, ao contrário das bienais, não têm como foco a venda de livros, mas o contato entre leitores e autores. Em vez de estandes de editoras e livrarias, o público verá os escritores lendo trechos de suas obras e poderá acompanhar discussões sobre literatura dentro do espaço e fora, onde haverá telões.

“É impressionante que um Estado que cultua a cultura não tenha atentado pra isso, que está acontecendo no País inteiro”, observa a curadora da Flaq, Mona Dorf, referindo-se ao histórico de autores cearenses com relevância nacional. Para a jornalista e apresentadora, mais que “central de turismo” Aquiraz tem potencial para se tornar um “pólo cultural”.

Além disso, uma festa literária pode atrair turismo de qualidade e movimentar a economia local, como acontece, por exemplo, em Paraty. Segundo pesquisa do Datafolha para a Associação Casa Azul, realizadora da Flip, em 2011, 25 mil visitantes deixaram cerca de R$ 13 milhões na pequena cidade histórica do Rio de Janeiro. (Raphaelle Batista)

SERVIÇO

Festa Literária de Aquiraz 
Quando: De 21 a 24 de novembro
Onde: Engenhoca Parque Educativo (Rua Raimundo Coelho – Aquiraz)
Gratuito. 
Mais informações: http://www.flaq.com.br/

Saiba mais

A curadora

A curadoria da Festa Literária de Aquiraz ficará a cargo da jornalista e apresentadora Mona Dorf, experiente na cobertura da área cultural e na mediação de debates literários. Ela mantém um blog de cultura no site de notícias Ig.com.br, comanda um programa de rádio sobre literatura na rádio Eldorado (SP) e coordena o projeto Autores e Ideias, encontros semanais entre escritores na Biblioteca de São Paulo.

> TAGS: festa literária de aquiraz



Participe do Novenário de Nossa Senhora Mãe Rainha

Com missas, novenas, barracas com comidas típicas, e muito mais!
De 09 à 18 de Outubro de 2013.
Realização: Capela Mãe Rainha.
Araçazinho – Patacas – Aquiraz | CE.


Atenção Litoral Leste (III): Uma mudança na vida da Caatinga

Oficialmente, o projeto de Conservação e Gestão Sustentável da Caatinga nos Estados da Bahia e Ceará (Projeto Mata Branca) chega ao fim com números positivos e diversos trabalhos realizados em sete municípios cearenses inseridos no ecossistema. Na última terça-feira (01), foram apresentados os resultados dos seis anos de implementação do plano que preservou, conservou e geriu, de forma sustentável, o bioma, exclusivamente, brasileiro e capacitou 1.760 pessoas apenas no Ceará.
O Centro de Treinamento do Banco do Nordeste (BNB Passaré) foi o local escolhido para reunir investidores, representantes governamentais, gestores públicos e beneficiários do Mata Branca. Todos certos de que o projeto foi um sucesso e que não deve parar. Muitos representantes de comunidades beneficiadas chegaram a garantir que sem o projeto muitos não teriam o que comer hoje. O secretário de Meio Ambiente do município de Novo Oriente, Enoch Coutinho, revelou que, inclusive, o Mata Branca trouxe excelentes resultados na questão ambiental.
Segundo ele, na região, nove comunidades foram agraciadas e os projetos mais bem sucedidos foram o Aduba Sertão, onde os agricultores aprenderam a utilizar esterco animal para recuperar áreas degradas para a plantação de milho e feijão e os voltados para o reflorestamento da Caatinga. As quatro principais áreas de atuação do Mata Branca foram: Manejo Florestal, Manejo e Recuperação de Solo e Água, Projetos Alternativos de Renda e Empoderamento Cultural e Social das Regiões do Inhamuns e Sertão Central.
“Todos sabem que a Caatinga é muito castigada pelos desmatamentos e queimadas. Algumas áreas degradadas foram recompostas como plantio de espécies nativas e frutíferas, como uma forma de agroflorestal”, ressaltou. A Apicultura também foi outra cultura que cresceu e se desenvolveu na região, através do Mata Branca. O secretário explicou que os apicultores criaram meios de evitar as queimadas devido o crescimento da produção de mel na localidade.
Apesar dos dois anos de seca, Enoch salientou que muitas famílias estão conseguindo tirar sustento por meio dos projetos implantados em Novo Oriente. Segundo ele, em 2011, o município foi o maior produtor de mel do Estado.
As mandalas [sistema de produção sustentável de alimentos que adota plantio circular], e nas quais são construídos tanques para o cultivo de hortaliças e peixes, também têm sido “o grande ganha pão” dos agricultores locais.
“Outro projeto importante foi a questão dos resíduos sólidos. Uma das sedes do nosso município foi agraciada com um centro de triagem de lixo, onde foi adquirido uma prensa hidráulica e, ainda este mês estaremos implantado a cultura da coleta seletiva em Novo Oriente, através do projeto Mata Branca. Todos estes projetos foram de fundamental importância e aqueles que acreditaram no Mata Branca, hoje, estão vendo os resultados”.

100 FAMÍLIAS

Conhecer técnicas para conviver com a Caatinga foi um dos grandes alicerces do Mata Branca. Na comunidade quilombola de Minador, no entorno de Novo Oriente, as táticas foram absorvidas e executadas na terra antes mal utilizada. O agricultor Pedro Alves de Sales revelou que o projeto mudou a vida de mais de 100 famílias da região, principalmente, das donas de casa. Isso porque, as casas da comunidade foram equipadas com 30 fogões Ecoeficientes.
“Muitas mães perguntaram por que estes fogões não vieram antes. Porque os equipamentos trazem mais economia e as famílias gostaram muito. Acredito que mesmo com o término do Mata Branca vamos fazer o possível e o impossível para darmos andamento ao projeto da maneira como nos foi repassado. Mas esperamos que futuramente ele [o projeto] volte”.
Os índios também tiveram participação efetiva no Mata Branca. A comunidade de Fidelis, em Quiterionópolis, recebeu o projeto em forma de ações que desenvolveram o cultivo de frutas e uma casa para a produção do que foi colhido. Segundo a presidente do Conselho Indígena, Antônia Ferreira Silva, antes nenhum tipo de programa social chegava à comunidade e os recursos de apoio eram difíceis de serem captados. Agora, os índios da região já possuem diversas ferramentas sustentáveis que servem para dar mais conforto e meio de sustento aos índios.
“O Mata Branca foi o primeiro que chegou até nós. A comunidade ficou muito contente com o projeto e agora já estamos com um ponto de cultura, que foi um avanço para nossa comunidade. Também recebemos capacitações que nos ajudaram a conviver me-lhor com a Caatinga”.

EM NEGOCIAÇÃO

A gerente do Mata Branca pelo Banco Mundial, Bernadete Lange, revelou que neste momento a instituição ainda não vislumbra financiar outros projetos deste tipo no País. Entretanto, a gerente ressaltou que o governo brasileiro está negociando com fundos internacionais para definir como serão aplicadas as próximas rodadas de planejamento.
Em contra partida, Lange salientou que o Banco Mundial está de portas abertas para aberturas de créditos para financiar a continuidade do Mata Branca, através do Fundo Mundial para o Meio Ambiente. Apesar de não tratar-se de uma decisão do Banco, o Governo Federal tem condições de solicitar o apoio de doações com os estados, utilizando a instituição como um catalizador de recursos.
“Neste momento ainda não existe um valor estipulado. Está acontecendo um processo de discussão então as etapas seriam os governos estaduais entrarem em contato com o Federal para ver as possibilidades e futuramente entrar em contato com o Banco para saber se é possível a instituição entrar como ponte neste processo”.

“FOI UM PRAZER”

O presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), Bruno Sarmento, empossado há cerca de 15 dias no cargo, explicou que foi um prazer assumir o órgão e bater de frente com um projeto como este. Ele ressaltou que o Mata Branca foi um ciclo sustentável que vai derivar vários outros projetos menores, com o objetivo de dar continuidade a ação ecológica.
Para ele, as mandalas foram os grandes destaques do projeto e que desenvolveu a produção vegetal em uma região em que a agricultura não era tão demandada. “Inclusive, a avaliação que fazemos é para detectar quais projetos se identificaram mais com cada região e daí desenvolver outras ações. São circos que vai desde o tratamento da terra, alimentação, coleta seletiva e tratamento da terra. Fechamos um ciclo ecológico”.

BAHIA TAMBÉM SE SURPREENDEU

Na Bahia, assim como no Ceará, os resultados foram surpreendentes. Isso foi o que salientou o coordenador do Mata Branca na Bahia, Cássio Biscarbe, revelando que o projeto piloto forneceu experiências positivas na área das atividades de convivência com o semiárido. Mesmo possuindo uma extensão territorial maior que a cearense, o coordenador relatou que o Estado não teve qualquer dificuldade quanto a isso, já que a Bahia adotou uma metodologia diferente do seu parceiro no projeto.
“Lá [Bahia] atuamos prioritariamente em quatro municípios e criamos núcleos de gerenciamento locais, fazendo interlocuções com as comunidades e o escritório em Salvador. A estiagem foi um grande problema que enfrentamos. Temos barragens subterrâneos que construímos há três anos e ainda não temos uma gota de água. Isso dificultou o trabalho, mas os resultados apareceram e vamos ainda vai surtir mais benefícios pela frente”.

PRINCIPAIS RESULTADOS: MATA BRANCA

Conforme o caderno O estado Verde (OeV) publicou na edição do dia 01 de setembro os coordenadores e responsáveis pelo Mata Branca divulgaram os resultados dos três componentes do projeto, no Ceará: o apoio a instituições e políticas públicas para gestão integrada; a promoção de práticas da gestão integrada dos ecossistemas e o monitoramento e a avaliação das atividades desenvolvidas.
- 72 projetos desenvolvidos em Tauá, Crateús, Independência, Novo Oriente, Parambu, Catarina, Aiuaba e Quiterianópolis;
- 226 comunidades e 2.113 famílias atendidas;
- 1.760 pessoas capacitadas, em 68 municípios do Sertão Central e dos Inhamuns;
- US$ 23 milhões investidos pelo BID, entre eles US$ 13 mi em contrapartida dos Estados em serviços e US$ 10 mi em valor financeiro, sendo 50% para cada Estado, no período de 2007 a 2013.
ERRATA

Diferentemente do que foi publicado na edição do dia 01/10 no caderno O estado Verde, o valor empregado pelo Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF) e Banco Mundial (Bird) foi de US$ 23 milhões, e não US$ 46 conforme publicado.